Sena Madureira dá entrevista sobre comportamento animal no Domingo espetacular- TV Record

O Domingo Espetacular visitou um cão que tem duas famílias. Ele dorme em uma casa e passa o dia em outra. E vai sozinho de um lugar para o outro. Com um detalhe, a segunda casa é um local de trabalho. Ele faz o papel de funcionário dedicado e pontual, está na porta do escritório todos os dias, às seis e meia da manhã. Há dois anos, o cão apareceu na porta da casa, e em poucos dias, se tornou o xodó de todos os funcionários. O vira-lata Aquiles é puro charme, com um olho castanho e o outro azul. Ao final da 'jornada' de trabalho, o cãozinho segue o rumo de casa, que fica a 400 metros do escritório. Você acha que já viu de tudo em termos de amizade no mundo animal? Com certeza você vai se surpreender com os amigos que vamos mostrar agora. dá uma olhada nessa dupla. Dar à luz é sempre algo delicado. E não é diferente no mundo animal. Acompanhe emocionantes histórias de mães que receberam ajuda e hoje desfrutam da companhia dos filhotes.

. Um Antílope faz uma grande escapada cinematográfica, isolado numa ilha e cercado por leões e Crocodilos. Quando Cecília, a galinha, chegou adulta no quintal, foi rejeitada pelos animais da mesma espécie e acabou se tornando amiga inseparável da cadela Jade. Unidas pelo instinto maternal, as duas cuidam dos filhotes de cachorro. A fazenda que abriga bois, patos e porcos existe há 15 anos. Ela foi criada por um ativista de proteção animal, o local depende de doações para funcionar. Recentemente, o vídeo de um boi que foi resgatado do matadouro emocionou os internautas. As imagens viralizaram nas redes sociais e divertiram os internautas. Veja a reportagem! A produção do Repórter Record Investigação levou Ana Maria para realizar o sonho de reconstruir o sorriso. Ela também se emocionou ao ganhar uma tonelada de ração para seus cães.

Álvaro Garnero voltou ao santuário que resgata e cuida de grandes felinos vítimas de maus-tratos no México. O quadro mostra o berçário da Fundação Jaguar Negro Tigre Branco. Conheça também o filhote de leão que tem nome de um grande ídolo brasileiro. Confira o programa completo no R7 Play: [o quadro foi ao ar no dia 08 05 2016]. Esqueça aquela ideia de que os gatos detestam água. A Meg, uma gatinha carioca, que adora sol, praia e banho de mar está aí para desmentir isso. Com apenas um ano, Meg acompanha o dono, Paulo, à praia, tira a maior onda e chama a atenção dos banhistas. Com a falsa gravidez, Pâmela conseguiu enganar o ex-namorado e até conquistou na Justiça o direito de receber uma espécie de pensão. Ela chegou a fazer o chá de bebê para, ao lado das amigas, comemorar a chegada da menina. Na véspera da comemoração do aniversário de um ano da criança, a família do rapaz descobriu que a jovem falsificou o teste de gravidez.

Há 2, 6 milhões de anos, os megalodontes aterrorizavam os mares e oceanos. Eles são tidos como os maiores tubarões que já viveram na Terra e também foram os maiores predadores vertebrados da história. E se este enorme carnívoro marinho nunca tivesse sido extinto? Não é uma coisa divertida de se imaginar, mas, ei, nós já temos brincado com esta ideia desde que a vimos os fósseis de dinossauros e outras bestas que um dia vagaram pelo nosso planeta. Estes animais gigantes governaram a Terra milhões de anos atrás, e não paramos de pensar em como nossas vidas teriam sido se tivéssemos convivido com eles. Minutagens: Como era o tubarão megalodonte 1: 27 Os únicos restos descobertos de um megalodonte 3: 54 Como eles atacavam suas presas 6: 06 O principal motivo da extinção deste predador gigante 7: 21 E se os megalodontes não tivessem entrado em extinção? 9: 27 Outros animais e aves pré-históricos gigantes 10: 43 Música: Resumo: - O tubarão megalodonte viveu durante o período Neógeno, tinha entre15 e 18 metros e seu peso poderia variar de 70 a 100 toneladas. Durante o período Renascentista, os dentes do megalodonte eram confundidos com as pontas fossilizadas das línguas de dragões e cobras. - Os únicos restos descobertos de um megalodonte foram sua vertebra e seu dente. Eles foram encontrados na Austrália, Sudeste Asiático, Europa e Américas do Norte e do Sul. - Em 2016, pesquisadores do Museu e Instituto Paleontológico da Universidade de Munique descobriram que o real motivo que fez os megalodontes entrarem em extinção foi a competição por comida. - O megalodonte fincava os dentes no corpo de sua presa, esmagando os ossos da costela e rasgando o coração e os pulmões. O segundo método de ataque do megalodonte era arrancar as barbatanas de sua presa para imobilizá-la antes de devorá-la. - Se o tubarão megalodonte tivesse sobrevivido, a biodiversidade aquática seria muito mais rica. Porém, os superpredadores que existiam junto com ele também estariam vivos. - Outras espécies que já aterrorizaram a Terra foram a Aegirocassis benmoulae, a Sarcosuchus imperator, o Megatério e o Titanis walleri, conhecido como a “Ave do Terror”. Inscreva-se em Incrível: - Nossas Redes Sociais: Facebook: 5-Minute Crafts Youtube: goo. gl 0f2h9p - Para mais vídeos e artigos, acesse.

2014.08.26T20:48:35
351
551 857 Visualizações